Apresentação

O festival de cinema Filmes da Estação tem como norte o deslocamento. Trazer para Juiz de Fora o que há de mais recente no cinema brasileiro. Transformar a Praça da Estação em um espaço voltado para a cultura audiovisual. Levar o público ao centro histórico da cidade, exaltando o patrimônio e a memória do local. Modificar nosso olhar sobre o mundo.

Em sua primeira edição, o Filmes da Estação exibe 57 curtas metragens dos mais diversos cantos do país reunidos em 4 diferentes mostras.

A Mostra Estação é composta por curtas-metragens que refletem a sociedade em que vivemos, filmes da nossa estação. Incitam questionamentos, transformações, reinvenções. Fazem-nos sair da inércia. Imagens que, sobretudo, nos movimentam. Os melhores curtas eleitos pelo Júri da Crítica recebem o Troféu Estação de Melhor Filme, Melhor Direção e Prêmio Especial do Júri.

A Mostra Xangai faz uma homenagem ao trem que atravessava os bairros de Juiz de Fora e, assim como ele, percorre o atual cenário mineiro e regional de curtas-metragens, com filmes de cineastas mineiros que iniciam suas trajetórias ou que têm caminhos já consolidados.

A Mostra Trenzinho tem em sua programação curtas produzidos por jovens e também dirigidos ao público infantil. Filmes que despertam a curiosidade de crianças de todas as idades.

Na Mostra Extra, os curtas extrapolam gêneros e convenções sociais. Filmes que experimentam diferentes linguagens e que não se encaixam. Por esse motivo, merecem uma sessão especial, fora da programação oficial do festival.

Como um trem que apita ao se aproximar da cidade, o Filmes da Estação anuncia sua chegada.

 

A EQUIPE